20/02/18 | 9:25
Fiscais apreendem 18 veículos por transporte irregular nas zonas Norte e Leste

Além das apreensões, fiscais ainda verificavam situação de micro-ônibus.

Durante blitz, realizada na manhã desta segunda-feira, 19/2, dezoito veículos foram apreendidos por transporte irregular de passageiros nas zonas Leste e Norte da cidade. Fiscais da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) flagraram 17 motocicletas fazendo transporte clandestino e um veículo escolar com documentação irregular.

As primeiras ações aconteceram na zona Norte da capital, onde a fiscalização abordou motociclistas fazendo serviço de mototáxi sem autorização da SMTU. A ação percorreu ruas dos bairros Cidade Nova, Amazonino Mendes e Novo Aleixo. As abordagens contaram com apoio de agentes de trânsito do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) e policiais do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPtran)

Na zona Leste de Manaus, a fiscalização percorreu ruas dos bairros São José, Tancredo Neves e Zumbi. Na avenida Cosme Ferreira, foi montada uma blitz em que foram fiscalizados micro-ônibus dos modais Executivos e Alternativos, além de táxis e mototáxis.

O superintendente da SMTU, Franclides Ribeiro, disse que o combate aos irregulares irá continuar em todas as zonas da cidade. “Quando combatemos o transporte clandestino, valorizamos aqueles que cumprem todos os requisitos para fazer o transporte regular e de acordo com a legislação. A atuação da prefeitura está intensificada em toda a cidade”, disse.

Para o diretor de transportes da SMTU, Robson Falcão, as ações serão coordenadas e a meta é apreender o maior número de transporte clandestino. “Esta é uma das principais atividades da fiscalização da SMTU e continuará a ser realizada sem deixar de lado as demais fiscalizações, como a do transporte urbano”, frisou o diretor.

O mototaxista regular José Gonçalves Guedes, que trabalha no bairro Amazonino Mendes, elogiou a fiscalização no bairro. “É muito positivo para combater o serviço dos irregulares”, comentou.