15/03/17 | 15:12
Prefeitura intensifica fiscalização contra irregularidades nos serviços de transporte
Operação ´Transporte Legal´apreendeu 34 veículos que realizavam serviço de transporte de forma irregular

Operação ´Transporte Legal´apreendeu 34 veículos que realizavam serviço de transporte de forma irregular

A Prefeitura de Manaus montou uma força-tarefa composta por mais de 60 pessoas para, a partir desta quarta-feira, 15/3, intensificar o combate às irregularidades nos serviços de transporte na capital, por meio da realização da Operação ‘Transporte Legal’.

A operação que foi coordenada pela Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), nas primeiras horas da manhã, abordou mais de 90 veículos e apreendeu 34, nas avenidas Torquato Tapajós, no bairro Campo Sales, e Margarita, conjunto Nova Cidade, zona Norte da cidade.

O trabalho de fiscalização está sendo realizado com o apoio de agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), Guardas Municipais e policiais do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar do Amazonas.

O superintendente da SMTU, Audo Albuquerque, explicou que o principal objetivo da Operação ‘Transporte Legal’ é retirar de circulação os veículos clandestinos ou que estejam irregulares. “A fiscalização faz parte do pacote de medidas anunciadas pelo prefeito em exercício, Marcos Rotta, para reestruturar o sistema de transporte coletivo de Manaus. Conforme retiramos os irregulares das ruas contribuímos para o trabalho daquele operador que procurar estar legalizado”, afirmou.

Dos veículos apreendidos estão quatro vans escolares, 20 motocicletas, três micro-ônibus do transporte alternativo, quatro ônibus do fretamento e três kombis que faziam lotação. No caso das motocicletas e das kombis, todas estavam realizando o serviço clandestino de mototáxi e lotação, respectivamente.

33457542685_f94302609a_k

Equipe de fiscalização de rua foi aumentado para 60 pessoas

A multa aplicada para o transporte de passageiros não autorizado varia de 15 a 40 Unidades Fiscais do Município (UFMs), o que equivale a R$ 1.470 a R$ 3.920. A apreensão dos veículos do fretamento, escolar e alternativo ocorreu por problemas no cadastro junto a SMTU.

Albuquerque ressaltou ainda que a SMTU aumentou o quantitativo de pessoal envolvido nas blitze de rua. “Fizemos alguns remanejamentos internos, além de firmar parceria com a Guarda Municipal, Manaustrans e o Batalhão de Trânsito, para aumentar a nossa equipe de fiscalização que antes era tinha apenas seis pessoas e agora tem mais de 60”, disse.

O mototaxista regularizado João Evangelista Silva foi um dos abordados pela fiscalização da SMTU e aprovou a operação. “Tem que fazer mesmo essa operação, para identificar esses que se dizem mototaxista, mas não pagam nada e alguns ainda praticam crimes”, afirmou.

A operação terá continuidade ao longo do dia e percorrerá outras zonas da cidade.

Texto: Assessoria de Comunicação da SMTU

Fotos: Karla Vieira / Semcom

Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHskQTjfQd